Faltam 24 horas p/ 24 anos

AlarmClock-1

São 17:54h, daqui a exatamente 24h, há 24 anos atrás, em 1983… eu estaria nascendo. Sim, faltam aproximadamente 24h para meus 24 anos. Às 18:00h de 28/03/1983, na clínica Dalmazia Pozzi, eu dava o primeiro de muitos berros, mas eu não lembro direito (ufa)… apesar de lembrar coisas que a mamãe me fita com aquele olhar de “que memória doentia”.

Ultimamente temos vivido fases creme ($). Ano passado deu pra fazer maior farra por estes tempos, mas este ano… hum… pois é, nem vai dar pra comemorar. Talvez seja o primeiro aniversário a passar em branco, também, que coisa, numa quarta-feira, fim de mês, tá todo mundo quebrado… enfim… eu supero (snif).

Tava lembrando das festinhas que eu já tive. Snoopy, Turma da Mônica, Wuzzles, Moranguinho… mas vixe, quantos aniversários eu tive de coelho! É, quem faz aniversário perto da Páscoa se dá bem ganhando um mundo de chocolate!!! Antes as festinhas eram mais humanas… eu lembro que o auge da tecnologia era ter aquelas cascatas de água na mesa da comida… ull, nossa, era chiquerésimo… hoje em dia… nossa, é tudo tão prático nesses salões por aí… trauma: eu nunca tive uma cascata de água no meu aniversário.

Lembro que quando era criança eu adorava preparar os brindes naquelas maletinhas de papelão que abriam de um lado e de outro. Aquele apito em forma de boca, aquele passarinho que a gente colocava água e ele piava quando soprávamos, aqueles pentinhos de plástico que eram maiores que a cabeça da Barbie, aqueles vasinhos com flores em miniatura de plástico, as bolsinhas toscas de plástico duro mas que abriam e fechavam, aquelas bonequinhas que se desmontavam toda, toda tosca, sem pintura nenhuma… aqueles nenéns que vinham nus, pequeninos, de plástico, aquele cachimbo que a gente soprava e a bolinha ficava flutuando, aquele mini-tectec que nem era emocionante… língua de sogra, apito de anel, pulseirinhas, miniaturas de animais, óculos de disfarçe, relógio de brincadeira, chupetinha plástica… meu irmão herdou toda a coleção que eu guardei desde os tempos de infância atéééé ficar biguzona e manter a tal maletinha cheia de miniaturas, e daí? Eu gosto mesmo! E quando chega o período do aniversário do meu irmão eu me divirto comprando e montando os brindes dos coleguinhas dele.

Amanhã eu vou escutar minhas músicas infantis, aquelas que tocavam nas festinhas por aí, Trem da Alegria, Xuxa, Balão Mágico… vou escutar tudo para ficar relembrando todas as festinhas de antigamente, aquele cheirinho desde cedo do bolo que a vovó fazia… colocava o disco de aniversário para me acordar no clima!

“De qualquer forma amanhã será um dia inesquecível!!!” rsrsrsrsrsrsrs

Contagem Regressiva: Falta 1 dia!

Publicado em 27/03/2007, em Desabafos. Adicione o link aos favoritos. Deixe um comentário.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: