Bonecas

barbie-doll6

Colecionar roupinhas, reunir miniaturas de acessórios, montar tudo para brincar com as amigas. Saudades. Confesso que brincar de boneca em si nunca foi a minha brincadeira favorita, eu era uma criança muito dinâmica, preferia brinquedos de ação, coisas de moleca, mas… Barbie eu gostava. Eu tinha muitos momentos calminhos onde o que eu queria era viajar no mundo fútil da Barbie.
Fui comprar um presente para minha irmã e lembrei de como as coisas da Barbie são tentadoras. Ainda mais agora, essa geração High Tech, a logomarca mudou, as embalagens, tudo muito moderno… cada Barbie que nossa… encanta! E agora elas são todas independentes, têm profissões, são emancipadas, ousadas, gostei de ver. As bonecas de antigamente evidenciavam muito a mãe dona-de-casa, que vive para o lar, submissa… vinha tudo em mensagem subliminar… é sim, tenho certeza… é só comparar o papel da Polly, da Barbie, da Suzy, dos bebês de colo, tudo bem que a infância exercite o papel do adulto através das brincadeiras mas sem machismo é bem melhor… a menina “mãe e panelhinha” é muito mais que isso hoje em dia… outra hora reflito melhor sobre isso, agora tô abalada pela futilidade da vida que de vez em quando bate…
Eu lembro da minha 1ª Barbie? Acho que não… lembro que tive uma que se bronzeava, perdi no clube. Lembro de umas outras tantas que tive, além das genéricas (Made in Paraguai). Brincava com o Ken (roqueiro), a Skipper e ainda tinha uma bonequinha, irmã da Barbie acho, de uma coleção, acho que Família Coração… não lembro, vinha sentada numa cadeirinha de comer . Ela também tinha algumas outras amigas genéricas, além das paraguaias…  Xuxa, Angélica e uma Susi anos 70 herança da mamãe, perdi mais tarde esta também e quase a mamãe infarta.
Sabe que eu nunca entendi a diferença entre Ken e Bob, só que o meu era Ken, gostava que todos chamassem de Ken, odiava quem o chamava de Bob. O meu era roqueiro, vinha com uma guitarra roxa. Era pescoçudo, não me conformava porque vinha com a cueca desenhada, achava o cúmulo, mas eu resolvia tudo com massa de modelar. Ele era o gato da Barbie mas o carro era dela, ela que dirigia. Ela mandava na relação, ele tinha um caso com a irmã dela, Skipper, mas amava muito a Barbie… era o único homem dali, então era super disputado. Quando os meninos resolviam se meter nas nossas brincadeiras eles levavam os bonecos de Comandos em Ação, mas – apesar de não me ligar em aparências – nem colava aquele tipo de relacionamento, era algo difícil de engolir, ali tamanho era documento, que tipo de relacionamento era aquele onde 5 maridos cabiam no porta-malas do carro? Se eu fosse criança nos dias atuais comprava um Max Steel para ser o gato da minha Barbie, ele é bem mais gostoso.
Lembro que tinha uma colega rica na rua que tinha quase toda a coleção da Barbie. Ela tinha a casa da Barbie, a cristaleira e a sala de jantar (rosa),  tinha a banheira que fazia espuma, tinha o Lar – Escritório, e mais um monte de coisas. Eu levava minhas coleções, nós reuníamos e passávamos a tarde inteira brincando. Eu tinha algumas coisinhas, o salão de beleza, um outro tipo de cristaleira e sala de jantar (azul), o carro, a loja de Surf, a piscina e muitas outras coisinhas. Adorava acessórios, tinham vários tipos de óculos, botas, roupinhas, brincos, cintos, chapéus, sapatinhos, pulseiras, colares, e centenas de trecos que ficavam todos guardados na minha Maletuxa.
Era gostoso passar a tarde inteira arrumando tudo, brincando, fazendo imoralidade com os brinquedos – foi o que deu assistir Riacho Doce escondido da mamãe… – putarias à parte, saudades da fase Barbie.

Publicado em 18/10/2006, em Recordações. Adicione o link aos favoritos. Deixe um comentário.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: