Queria não usar espelho pra me pentear num carro amarelo…

 

Tudo começou quando eu ganhei minha moto em 2001. Rodamos a cidade inteira até encontrá-la, minha única exigência: cor amarela. Não aquele amarelo pálido de alguns Gol’s que, recentemente, foram lançados por aí. Nem aquele amarelo fosco feioso das Brasílias e Fuscas antigos… não… tinha que ser Amarelo Imola, ou algum meio parecido… mas, amarelo. 

Daí então começou a cobiça e o desejo por um carrinho, e a perfeição… um "carrinho amarelo". Na época eu colocava todos os quebrantos do mundo num New Beetle que tinha na cidade, todo chiquérrimo, novidade na onda de DVD portátil e tals… só faltava passar por cima de mim no trânsito. Eu ficava pequenina e humilhada… ficava na cobiça…

 De repente começou a onda de Ecosport na cidade. Uma chuva de pick-ups invadindo as ruas. E lá vem uma amarela, toda bonitona… "olha Dani, é o pai da tua moto…" (…) quem dera. E por falar em pai o meu comprou uma pra ele… lezo… comprou vermelha… nem tem graça… amarela que é a onda… se destaca.

 

A marcação continua, tenho certeza que é marcação, só pode ser. Ai que ódio. Os vizinhos começam a trocar de carro e todos os dias eu sou obrigada a cruzar com um Crossfox perfeito e um Celta Off-Road 2006 lindo… ambos… amarelos, claro.

 

  

E aí lá vem mais um lançamento no mercado. Claro, amarelo. Jura? O Palio me aparece todo 100%, modernão, meio esporte, meio popular-chique… eu penso "ah, deve demorar pra alguém ter um dessesem Belém…"elá está um cruzando a Conselheiro na minha frente, só falta dar bi-bi e fazer um tchau de "eu tenho e você não teEeEem…".

 

Não, não… NÃO! Era tudo que faltava… um Audi TT Amarelo circulando por aí??? Ah mas se eu cruzar de novo com esse carro eu juro que entro na costa dele… aliás… melhor raspar… só a lanterna deve ser o preço do meu carrinho. Não, já sei, corto com tudo, ele me bate por trás… pago umas testemunhas, destruo o carro do cara e ainda ganho o conserto de grátis… égua… que pecado… isso tudo é uma inveja…

 

Credo, melhor me conformar e parar com essa cobiça, papai do céu pode se invocar e tirar de mim meu tesourinho, meu carrinho maravilhoso… de repente nem isso eu tenho mais. Meu carrinho? Ah ele é um companheirão de aventuras, um sucesso nas bagaças, recanto de bêbados, ninho de amor… anda abarrotado de gente, roda com a gasosa abaixo da reserva, e ainda com ar condicionado ligado! Tenho certeza que ele tem algum dispositivo automático que detecta quando meu nível de álcool está alto… eu juro que ele chega em casa sozinho sem eu saber como! (rs) Já me deixou em apuros mas faz parte… boas histórias pra contar em mesa de bar. E depois… quem sabe eu possa deixar ele do jeitinho que eu quero??? Com direito a chaveirinho novo com logomarca da pick-up do Kill Bill (maravilhosa) e tudo! Ah… por enquanto o tuning é só virtual… bendito photoshop que dá asas aos meus sonhos… mas deixa só… o aniversário tá aí… quem sabe a sugestão de presente cola pra alguém… (será que é humilde p/ escolher presente… rsrsrs).

Publicado em 24/02/2006, em Sonhos. Adicione o link aos favoritos. Deixe um comentário.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: