Sweet Dream are made of this…

 

 
Sabe quando a gente tem sonhos que não pode ter? Aqueles sonhos que por mais graciosos que sejam eles são proibidos? Pois é, ultimamente tenho tido sonhos muito gostosos, felizes, amistosos, fofos… mas proibidos, com pessoas, coisas ou situações inatingíveis, inalcançáveis, simplesmente, impossíveis.
 
(*)Corte: adorei esta nova ferramenta do space, gosto de letras pequeninas.
 
Coisas que já aconteceram, reflexos do subconsciente, desejos reprimidos (…) é na madrugada que tudo se revela. Minha mãe diz que quando eu durmo meu espírito vaga por terras desconhecidas, vai se aventurar por novos mundos, e tudo que menos quer é voltar à realidade. Podem soltar foguetes, gritar, encostar em mim coisas quentes ou geladas que eu não acordo. Assim como tudo em mim, o sono também é pesado.
 
Ontem sonhei que voava.           

Publicado em 28/06/2005, em Sonhos. Adicione o link aos favoritos. Deixe um comentário.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: