Ixi…

Lá vai eu falar de música outra vez. Eu estou montando um CD com músicas românticas – na realidade quando falo montando um CD acabam sendo 3 ou 4 com 150 mp3’s em cada – eu comecei querendo reunir algumas das minhas músicas favoritas pop/lentinhas, mas elas já totalizam 385 mp3’s. Puxa… Tem de tudo! Aquelas que dão vontade de morrer, as que dão vontade de cantar, de chorar, de voar, de dormir, de beijar, de transar… Enfim. Coisas antigas, coisas novas, coisas muito antigas, coisas bregas!

Bon Jovi, ABBA, A-ha, Air Supply, Aretha Franklin, Barry White, Bryam Adams, Cindy Lauper, Celine Dion, Chicago, Beatles, Cold Play, Diana Ross, Dido, Donna Summer, Duran Duran, Earth, wind and fire, Laura Pausini, Eric Clapton, Elton John, Extreme, Faith no More, Norah Jones, George Michael, Gary Barlow, Jewel, Jon Secada, Radiohead, Lighthouse Family, Gloria Estefan, Lenny Kravitz, Mariah Carey, Phil Collins, Scorpions, UB40, Robbie Williams, Seal, Andrea Bocelli, Sheryl Crow, Simply Red, The Cardigans, Alejandro Sanz, Toni Braxton, Jackson 5, Toto, Lisa Stansfield, ai, etc, etc, etc, etc, etc, etc! São os melhores tipos de música que eu considero para trabalhar, escrever e pintar. São as famosas “músicas de elevador”. Aquelas da 92,9 Diário FM. Geralmente trilhas de filmes e novelas.

Estou criando, também, uma coletânea de mp3’s que reunirá os maiores sucessos de “cantores e bandinhas sem-noção” que… Ta bom… Eu assumo… Eu curti. Take That, Backstreet Boys, No Mercy, Boyzone, Westlife, N’Sync, Hanson, Spice Girl, Christina Aguilera, Ultra, Five, Britney Spears, Aqua, Venga Boys, Aaron Carter… Hum, eu gostava e pronto. Também tinha pôsteres no meu quarto sim, e aí? Foi uma fase, a mesma de torrar mesada em Capricho, Atrevida, Carícia, Super Pop, Horóscopo…  Mas foi uma fase breve… E esteve paralela a outras… Que confusão foi minha adolescência. Outra hora recordo disso.

Música é uma coisa, né? Eu gosto de criar essas coletâneas porque cada uma delas me transporta a uma fase… É bom recordar, eu gosto… Me dá a noção da história que eu já criei.

“Passos firmes marcados/ No compasso desse tempo.
Pegadas lentas ritmadas/ Transcorrendo os momentos“.
(Andreia Dias)

Publicado em 14/02/2005, em Música. Adicione o link aos favoritos. 1 comentário.

  1. Espero que o meu amado e idolatrado Bon Jovi não esteja incluso no "coisas bregas", viu? Muito cuidado quando falar da voz mais sexy da música… hahahahah. A propósito, estou devendo um post em homenagem a ele, minha trilha sonora quando estou com raiva, quando estou muito feliz ou muito triste. Enfim, minha trilha sonora para qualquer momento da vida. Bjs.Ei, quando tu terminar esta coletânea como eu faço pra ter uma igual? hahahaha

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: